Uncategorized

Como acalmar o choro do bebé – Parte II

No meu último artigo “Como acalmar o choro do bebé”, falei-vos do Método dos 5´S de Harvey Karp – Pediatra americano.

E então lembram-se?

Se não,vamos relembrar…

______________________________________________________________________________

Portanto, tínhamos 5 passos sequenciais que deveríamos seguir segundo o artigo “como acalmar o choro do bebé”.

Sigam o link para o meu anterior artigo“Como acalmar o choro do bebé” para se relembrarem, ou para lerem pela primeira vez.

https://psicologiaepsicoterapiablog.com/

Informação sobre o pediatra Harvey Karp no link abaixo

https://en.wikipedia.org/wiki/Harvey_Karp

Sendo assim, hoje iremos falar de outro método bastante eficaz para acalmarmos o choro do nosso bebé e podermos todos sorrir novamente!

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

Método dos botões de relaxamento “como acalmar o choro do bebé”

Este método à semelhança do anterior tem vários passos a serem seguidos.

Então vamos analisar cada um deles para saber como acalmar o choro do bebé:

Embalo

Como acalmar o choro do bebé

Se tinha uma bola de Pilates para se exercitar na gravidez, vá buscá-la porque vai ser muito útil!

Sente-se na bola de Pilates com o seu bebé que chora ao colo, bem apoiado no seu corpo, com apoio total da cabeça. Tenha os seus pés bem apoiados no chão.

Faça balanços profundos e ritmados, sem que os seus pés levantem do chão.

Redução de estímulos

Por vezes o bebé sente-se muito cansado devido ao excesso de informação que o mundo cá fora lhe transmite, portanto é muito importante desligar a TV, baixar a intensidade das luzes, e até virar-se com o bebé para uma parede vazia, sem ornamentos e embalá-lo na bola de Pilates nesse local.

Som relaxante (ruído branco)

Um “Shhhh….” tranquilizador, mas alto o suficiente para que o bebé o ouça mesmo através do choro (barulho semelhante ao que este ouvia no útero), poderá ligar um secador de cabelo, com o fluxo de ar longe da cabeça do bebé, para que este ouça apenas o ruído, som de água a correr, som das ondas do mar, todos estes sons são relaxantes para o bebé porque lembram o ruído constante que ouvia no útero.

Existem CDs com ruídos estáticos ou “white noise” que poderá utilizar para o seu bebé.

Ouça o choro do seu bebé e aprenda a conhecê-lo

Como acalmar o choro do seu bebé

Enquanto embala o seu bebé feche os olhos e ouça o choro com atenção, perceba as suas tonalidades, mudanças, tente perceber se está a diminuir, acalmar.

Esta sequência deverá ser utilizada sempre que o bebé chorar e da mesma forma exacta.

______________________________________________________________________________

Sendo assim, tenha atenção

Será pela repetição e pela sensação de familiaridade que o bebé a reconhecerá e associará a um estado de relaxamento e calma.

Quando o bebé acalma vamos observando que passos podemos ir retirando, sempre calmamente e sem pressa.

______________________________________________________________________________

Muito importante!

  • O bebé não chora para agredi-lo ou manipulá-lo;

  • O bebé precisa de ajuda para se acalmar porque ainda não tem desenvolvidos os mecanismos para o fazer;

  • Deixar o bebé chorar não desenvolve esses mecanismos, mas acalmá-lo sim;

Então e se a calma falhar…?

  • Se estiver prestes a perder a calma peça a outra pessoa para pegar no bebé;

  • Se estiver sozinho, coloque o bebé em segurança e telefone a alguém que possa ajudar imediatamente;

  • Estar em contacto frequente com o choro inconsolável de um bebé pode levar a actos irreflectidos do adulto, como abanar o bebé, o que tem consequências gravíssimas – Peça ajuda, não importa que seja de madrugada!

  • Se os episódios de choro forem muito frequentes consulte um médico;

E se o seu bebé ainda não chegou…

  • Se ainda está grávida procure construir uma rede de ajuda para o pós parto, pois como diz o povo “é precisa uma aldeia para criar uma criança”!

______________________________________________________________________________

Enfim…. lembrem-se sempre que cada criança é única, cada família é única e todas estas dicas não são receitas infalíveis.

Qualquer questão que tenham entrem em contacto comigo, estou cá para ajudar-vos!

E agora, sejam muito felizes e estejam atentos ao novo artigo em breve!

Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.